Uruguai utilizará blockchain para rastrear suprimento de cannabis

A plataforma focada em aplicações descentralizadas (DApps) Aeternity será utilizada para rastrear a cadeia de distribuição da produtora de cannabis uruguaia Uruguay Can, conforme noticiou a Cointelegraph nesta semana.

A Aeternity anunciou que está criando uma plataforma de gestão da cadeia de suprimento combinando Internet das Coisas (IoT) e DApps. O CEO do projeto Pablo Coirolo explicou:

“Nós queremos ser os primeiros a oferecer uma solução a nível empresarial em parceria com provedores de tecnologia e produtores, processadores e distribuidores de cannabis. […] A tecnologia da Aeternity é ideal para rastrear todo o processo de produção de cannabis, desde a semente até a planta totalmente crescida, garantindo a segurança dos consumidores.”

O Uruguai tornou-se o primeiro país do mundo a legalizar completamente a produção e venda de cannabis em dezembro de 2013.

A primeira fase de implementação do sistema ocorrerá em outubro e deve estar completa em janeiro de 2020. A implementação completa está planejada para meados de 2021.

O CEO da Uruguay Can Eduardo Blasina comentou sobre o desenvolvimento:

“Estamos orgulhosos de sermos a primeira companhia no Uruguai a garantir a qualidade de nossos produtos de forma transparente e verificável. […] A habilidade de rastrear a fonte e a forma como a cannabis é produzida é benéfica para as indústrias farmacêutica e da cannabis, bem como para consumidores e usuários finais, que podem se sentir mais seguros sobre o produto que estão consumindo.”

Leia também: Herdeiro da Coca-Cola lança banco e criptomoeda focada na indústria de cannabis

Forex Crypto News: Cripto Facil