Supostos parceiros do Facebook ainda não injetaram dinheiro na Libra, afirma BBC

Na ocasião do lançamento do projeto da criptomoeda Libra, em junho deste ano, o Conselho da Associação Libra anunciou que cada um dos parceiros fundadores deveria aplicar ao menos US$10 milhões no projeto. Este foi o valor estabelecido para a empresa marcar sua posição e garantir o direito ao voto no conselho. No entanto, até o momento, nenhum acordo financeiro foi firmado e as supostas empresas parceiras ainda não injetaram dinheiro no projeto, conforme relatou a agência de notícias BBC, sem citar suas fontes. 

Ainda segundo a BBC, as taxas também não foram discutidas pela empresa na primeira assembleia geral da Associação Libra, realizada na última semana. Embora o grupo não tenha se pronunciado sobre o assunto, a reportagem afirma que apenas o Facebook apoiou financeiramente o projeto.

A Associação Libra é um consórcio, sem fins lucrativos, criado pelo Facebook para gerenciar a criptomoeda Libra e governar o projeto da stablecoin (criptomoeda apoiada por moedas fiduciárias). A associação foi formada oficialmente em 14 de outubro e contou com o apoio inicial de 28 supostos membros fundadores. No entanto, recentemente, sete parceiros deixaram a associação, sendo eles: PayPal, Visa, Mastercard, eBay, Stripe, Mercado Pago e Booking.

Após o episódio, o chefe da carteira de criptomoedas do Facebook, a Calibra, David Marcus afirmou que o projeto não será impactado pela debandada.

Leia também: Libra afirma ter mais de 180 substitutos para os 7 desertores de seu projeto

Forex Crypto News: Cripto Facil