Saiba como funcionam os Tokens, Coins e Stablecoins

Saiba como funcionam os Tokens, Coins e Stablecoins

Você sabe o que são tokens, coins e stablecoins? Sabe as diferenças e as funções de cada um?

Sobre as coins

Coin significa “moeda”, por isso deduzimos que elas são usadas como moedas propriamente ditas. É isso mesmo, pelo menos para isso foram projetadas.

Uma característica importante, que te dá a certeza de estar analisando uma “coin”, é que ela tem a sua blockchain própria. Dois exemplos são Ethereum e o Bitcoin.

Entretanto, a principal característica delas é que uma coin precisa, necessariamente, ter sido projetada para substituir uma moeda. Ou seja, ela deve ser um meio de troca.

Mas e os tokens?

Tokens, como falei em um vídeo anterior, são uma representação de um ativo físico em forma digital. Essa representação é feita por meio de um processo de tokenização.

A Ethereum, embora seja uma coin, permite sua blockchain seja usada para fazer aplicações que chamamos de dApps, ou aplicações descentralizadas.

Dentro da sua blockchain, é possível gerar projetos separados, que são os tokens.

Aqui está uma característica importante dos tokens: o uso de blockchains “terceirizados”, visando diminuir custos, agilizar o tempo de desenvolvimento e ter outro objetivo que não é ser uma moeda propriamente dita.

Estabilidade com stablecoins

Stablecoin significa “moeda estável”. De forma mais completa, trata-se de uma criptomoeda lastreada em moeda fiduciária (como real, dólar, etc).

Por exemplo, temos hoje no mercado algumas stablecoins bem conhecidas como a Tether (USDT), a mais conhecida delas.

Imagine que uma empresa crie uma moeda com um valor estável, de maneira pré determinada. No momento que alguém deposita algum dinheiro para comprar essa moeda, um volume proporcional de moedas é criado.

É como se elas fossem lastreadas por esse dinheiro. De maneira geral, este processo é seguro, pois é auditado e não existe criação de “moedas fantasmas”.

É um processo no qual há muito cuidado por parte da comunidade de criptomoedas.

Embora esses três termos se pareçam, eles guardam grandes diferenças entre si. No vídeo, te dou vários exemplos que fazem você entender melhor tudo isso!

Leia também: Brasil é alvo de novo malware que desvia Bitcoin durante transação

Leia também: Bitcoin pode receber atenção de investidores da Tesla, afirma empresa de análise

Leia também: Bitcoin roubado no ataque ao Twitter já está sendo lavado, revela relatório

Forex Crypto News: Cripto Facil