Rapper Ja Rule aposta em monetizar artistas da música com criptomoedas

Rapper Ja Rule aposta em monetizar artistas da música com criptomoedas

O renomado rapper americano Ja Rule afirmou que acredita no potencial das criptomoedas para resolver problemas na indústria da música.

Por isso, o rapper anunciou uma aliança com uma plataforma blockchain baseada no Ethereum. Ja Rule destacou que seu objetivo é permitir que criadores de conteúdo emitam tokens e monetizem suas obras.

Ja Rule

A ideia não é nova e diversas plataformas surgiram no passado prometendo os mesmo objetivos. Contudo, segundo Ja Rule, a Roll, como é chamada sua nova plataforma, será diferente de todas.

O rapper ainda confirmou que a versão final será lançada no segundo semestre de 2020. Entretanto, uma versão beta privada foi lançada esta semana. Isso depois de Ja Rule levantar US$ 1,7 milhão em uma rodada de financiamento.

Entre os empreendedores da nova plataforma estão Arthur Hayes, CEO da BitMEX e Gary Vaynerchuck, um influente pioneiro do comércio eletrônico e do empreendedorismo digital.

Roll é o futuro

No podcast Roll Radio , moderado por Bradley Miles, CEO e cofundador de Roll, Ja Rule comentou que ele está interessado em adotar a blockchain como modelo de negócios para a indústria da música.

“Imagine que um artista possa fazer upload de suas músicas no SoundCloud e usar blockchain para rastrear as peças e saber quanto dinheiro ela está gerando. Isso é ótimo para nós, porque sempre pensamos que as gravadoras estão nos roubando e não sabemos quanto está sendo feito em vendas; Não podemos verificar o que as empresas de distribuição nos dizem, então acho que os artistas estarão muito interessados ​​nisso e será o futuro do que fazemos”, declarou.

Da mesma forma,  o artista valorizou como positiva a ruptura econômica que as criptomoedas trazem. Assim, indicando que a adoção de criptomoedas será progressiva à medida que o público se tornar mais consciente de seu potencial.

“No momento, muitas pessoas temem criptomoedas, mas eu as amo. Não sei quando o dinheiro começou a ser lastreado em ouro, mas na época, quando você o recuperava, as pessoas eram realmente ricas. No momento, é algo semelhante. Pessoalmente, tenho Bitcoins e ETH”, revelou.

Criptomoedas

O rapper também apontou como a intangibilidade das criptomoedas não deve ser uma razão para temê-las ou considerá-las inúteis.

“Acho que as pessoas as temem porque não são tangíveis. Todas as moedas com as quais interagimos eram anteriormente tangíveis. As criptomoedas são um novo conceito (…) Eu nunca vi fisicamente todo o meu dinheiro e nunca o verei, mas sei que o tenho”, disse.

A aliança de Roll com Ja Rule é realizada através do ICONN, uma plataforma fundada e presidida pelo rapper, em que apresentações de artistas e personalidades podem ser agendadas. Assim, ambas as organizações explorarão suas possibilidades na indústria da música.

Uma musica chamada “Social Money” já foi lançada na plataforma e artistas como Connie Digital e Masmej já emitiram seus próprios tokens ERC-20 na plataforma Roll.

Os tokens podem ser adquiridos na plataforma de exchange descentralizada Uniswap.

Leia também: Banco de criptomoedas congela R$ 300 milhões de clientes e é acusado de pirâmide

Leia também: Lendário investidor afirma que Bitcoin será apagado por governos

Leia também: Binance anuncia solução para comprar criptomoedas no e-commerce

Forex Crypto News: Cripto Facil