Presidente da Unick Forex é preso e 1.500 Bitcoins são apreendidos

Nesta quinta-feira, 17 de outubro, o presidente da Unick Forex, suposta pirâmide financeira, Leidimar Lopes foi preso, junto com o diretor de Marketing da empresa Danter Silva. De acordo com o delegado da Polícia Federal responsável pelo caso Aldronei Rodrigues, Lopes e Silva estariam ligados a outros esquemas além da Unick.

Junto com a prisão dos líderes da Unick, 1.500 Bitcoins foram apreendidos – além de carros e imóveis. Apesar do montante em Bitcoins saltar aos olhos, Rodrigues afirmou:

“A Unick não tem patrimônio nem para garantir uma ínfima parte do pagamento aos clientes.”

Rodrigues completa falando sobre a quantia apreendida em BTC:

“Talvez seja a única forma de ressarcir essas pessoas, mas é óbvio que esses rendimentos não conseguem de maneira alguma arcar com os lucros prometidos.”

Apesar da prisão dos membros mais conhecidos da Unick, as investigações não acabam por aqui. Conforme dito por Rodrigues em uma entrevista coletiva prestada à imprensa, os materiais apreendidos serão analisados e possivelmente abrirão portas para novas descobertas sobre o caso.

Ao todo, 10 mandados de prisão e 65 mandados de busca e apreensão foram cumpridos, em mais de cinco estados brasileiros. Além de Lopes e Silva, Fernando Lusvarghi também foi preso e os três responderão pelos crimes de organização criminosa, evasão de divisas e crimes contra o sistema financeiro.

Leia também: Unick Forex é alvo de mandados de prisão pela Polícia Federal

Forex Crypto News: Cripto Facil