Pesquisa afirma que o preço do Bitcoin voltará a US$10 mil em breve

Uma pesquisa feita pela empresa Bloomberg divulgada nesta semana mostra uma imagem positiva para o Bitcoin em 2020. O principal argumento é que o preço da criptomoeda deve chegar a US$10.000 em breve e que também seguirá um caminho semelhante ao do ouro – que atualmente está em uma tendência ascendente.

As perspectivas de alta do preço do Bitcoin para o próximo ano são motivadas, de acordo com a pesquisa, pela adoção, uma oferta em queda e a influência da Tether no mercado. Além disso, com apenas algumas semanas pela frente, a previsão é que, se o Bitcoin fechar 2019 em US$6.500, “o suporte se inclina favoravelmente para 2020”.

Apenas uma questão de tempo para o Bitcoin

US$10.000 sempre foi um ponto crítico de preço para o Bitcoin, especialmente considerando que é o ponto intermediário da alta histórica de aproximadamente US$20.000 vivenciada pela criptomoeda em 2017. Segundo a pesquisa da Bloomberg, esse nível será atingido em breve novamente.

A pesquisa também analisa mais profundamente o mercado de ouro correlacionando-o com o mercado de criptomoedas. Segundo o relatório, o ouro é uma boa base e cresceu cerca de 30% na última década. De fato, eles até correlacionam o ressurgimento do ouro de volta ao aumento da taxa do Federal Reserve dos EUA em 2015 – e o Bitcoin também viu aumentos quando houve incerteza financeira.

A importância da Tether

Curiosamente, a controversa stablecoin Tether também deve desempenhar um grande papel no avanço do Bitcoin nos próximos anos, de acordo com o relatório. A razão para isso é que a Tether tem o maior volume diário do mercado devido ao seu uso como moeda. No entanto, como a Bloomberg vê o Bitcoin como a única criptomoeda equivalente ao ouro, o avanço da Tether deve promover e apoiar o crescimento do Bitcoin no futuro.

Leia também: Cientista diz prever o preço do Bitcoin em tempo real e disponibiliza fórmula no Github

Forex Crypto News: Cripto Facil