PayPal junta-se a investidores para apoiar startup de conformidade de criptomoedas

A startup de gerenciamento de risco e conformidade de criptomoedas TRM Labs tem como principal objetivo ajudar as instituições financeiras a analisar o potencial das criptomoedas e mitigar os riscos associados a elas. É o que afirma o CEO da TRM Estaban Castaño. E ele não está sozinho. Um grupo de investidores, que conta com o PayPal Ventures, está apoiando financeiramente o projeto com US$4,2 milhões. A informação foi reportada pelo site de notícias Coindesk nesta terça-feira, 19 de novembro.

A Paypal Ventures junta-se aos investidores Y Combinator, Initialized Capital (do fundador do Reddit Alexis Ohanian) e Blockchain Capital, elevando o financiamento total para US$5,9 milhões. O valor será utilizado para contratação de engenharia e ciência de dados, além de expandir para novos mercados e acelerar o desenvolvimento de produtos com foco em criptomoedas.

A iniciativa da TRM Labs e de seus parceiros tem a finalidade de acelerar a adoção institucional das criptomoedas. Em entrevista, Castaño destacou que a ação pode até ser considerada como a parte menos glamourosa do sistema financeiro, mas, segundo ele, é o que permite que a adoção das criptomoedas prospere. 

PayPal mira criptomoedas e tecnologia blockchain

O anúncio do investimento vem um mês depois que o PayPal confirmou sua saída do projeto da stablecoin Libra, mas sem fechar as portas para possíveis parcerias futuras entre o Paypal e o Facebook, empresa que lidera o projeto. 

Além disso, não é a primeira vez que o PayPal anuncia seu apoio a iniciativas como essas. Em abril de 2019, a plataforma de pagamentos online investiu pela primeira vez na tecnologia de blockchain, adquirindo uma participação na Cambridge Blockchain, empresa focada em identidades digitais em blockchain.

Foco em finanças

As ações da TRM Labs estão voltadas para as questões financeiras que envolvem as criptomoedas. Em um comunicado, a startup informou que as instituições financeiras que usam a TRM para classificar os riscos de suas transações, clientes e parcerias ajudam a simplificar o due diligence (diligência prévia – procedimento que realiza uma avaliação de risco prévia a uma contratação, aquisição ou parceria) dos clientes e atender aos requisitos regulatórios.

Em outras palavras, a startup investiga blockchains analisando bilhões de transações em busca de sinais de fraude ou de lavagem de dinheiro.

Leia também: Startup brasileira de blockchain é aprovada em programa nacional de aceleração

Forex Crypto News: Cripto Facil