Mercado de criptoativos segue em queda; Bitcoin é cotado na faixa dos US$9 mil

O mercado de criptoativos despejou quase US$10 bilhões nas última 24 horas, em um movimento que parece ter sido encabeçado pelo principal criptoativo do mercado, o Bitcoin. Praticamente todas as principais criptomoedas estão operando no vermelho nesta manhã, conforme mostram dados da ferramenta Coinmarketcap.

Nesta manhã de terça-feira, 24 de setembro, o Bitcoin era cotado a US$9.770. Nas últimas 24 horas, o BTC fez um movimento de queda constante, saindo de cerca de US$9.970 para chegar ao seu preço atual. A influência do Bitcoin em um mercado em queda é demonstrada pela dominância do criptoativo no mercado, que aumentou e agora paira em 68,5%.

Todos criptoativos do top 10 estão operando no vermelho nesta manhã. A Litecoin é a maior prejudicada do grupo ao despejar mais de 8% no dia. Seguida dela, o Ethereum, o Bitcoin Cash e a Stellar perdem 5% cada uma nas últimas 24 horas.

No top 20, apenas um criptoativo vai na contramão do mercado como um todo e mostra sinais de valorização nesta manhã, trata-se da Chainlink que adicionou pouco mais de 5% nas últimas 24 horas. Todo o restante das criptomoedas deste grupo estão desvalorizando, com os maiores destaques negativos sendo a Cardano e a Tron com menos cerca de 5% cada.

No geral, o mercado de criptoativos despejou quase US$10 bilhões nas últimas 24 horas e agora é cotado a US$256 bilhões, um dia após a Bakkt lançar oficialmente seus contratos Futuros de BTC. O mercado estava ansioso, esperando que o preço do Bitcoin subisse após o lançamento, porém esse momento ainda não chegou.

Leia também: Bitcoin é cotado abaixo dos US$10 mil; Lançamento da Bakkt ainda não surtiu efeitos

Forex Crypto News: Cripto Facil