Líder da Krypton Unite continua foragido e investidores pedem citação por edital

Líder da Krypton Unite continua foragido e investidores pedem citação por edital

A Krypton Unite, também conhecida como Blockchain IT, é uma empresa que prometia ganhos diários de até 3% sobre supostos investimentos com criptomoedas. Em dezembro de 2019, a empresa foi desmantelada pela Operação Midas, deflagrada pela Polícia Civil do Paraná.

Nove pessoas foram presas, contudo, Daniel Kaminski – tido como líder do esquema – ainda continua foragido. Em uma decisão publicada no Diário de Justiça do Paraná (DJPR) no dia 25 de março, investidores lesados tentando reaver o dinheiro pedem a citação de Kaminski por edital, a fim de encontrá-lo.

Investidores ainda tentam reaver valores na justiça

A Krypton Unite começou a apresentar problemas nos saques em abril de 2019 e, desde então, investidores tentam reaver por meio da via judicial os valores que estão retidos na empresa.

No processo movido contra a empresa na 2ª Vara Cível de Foz do Iguaçu, três investidores pedem a rescisão do contrato, bem como requerem tutela de urgência para buscar e bloquear os valores nas contas de Kaminski ou da empresa.

Além disso, justificam que Kaminski está foragido, sendo seu paradeiro incerto. O juiz Gabriel Leonardo Souza de Quadros aceitou o pedido da tutela de urgência, contudo, negou o pedido para que fosse oficiado à vara criminal que apreendeu valores da Krypton Unite reservando as quantias – entendendo que o pedido deve ser feito na própria vara criminal.

A citação por edital também foi deferida, tendo o magistrado reconhecido que Kaminski está foragido:

“Seja realizada a citação dos requerentes via EDITAL, haja vista que, conforme as notícias anexas, DANIEL KAMINSKI, segundo requerido e proprietário da primeira requerida [a empresa] encontra-se foragido. Outrossim, a própria sede da empresa já não mais existe, razão pela qual ambos não são encontrados em lugar nenhum nas demais ações em que são demandados, conforme demonstram as certidões de oficiais de justiça que seguem anexas.”

Somados aos deferimentos, o juiz da 2ª Vara Cível de Foz do Iguaçu decretou incidência de juros contratuais de 2% em favor de um dos investidores, e 3% ao dia em favor dos outros dois.

Leia também: Advogado dá conselhos sobre como recuperar dinheiro retido pela A2 Trader

Forex Crypto News: Cripto Facil