Libra do Facebook terá 50% de seu lastro em dólares americanos

A criptomoeda Libra do Facebook terá 50% do seu lastro em dólares norte-americanos, informou a agência de notícias Reuters, citando descobertas recentes de Der Spiegel. O exercício de distribuição dos ativos que apoiam a criptomoeda Libra foi mencionada em um documento adquirido pela revista alemã.

Por enquanto, sabe-se que o yuan chinês não fará parte da cesta de moedas. Os outros 50% da Libra serão apoiados por uma mistura de ienes, euros, dólares de Cingapura e libras esterlinas. Cada moeda terá um peso diferente, com a maior participação em euro (18%), 14% em libra esterlina, 11% no dólar de Cingapura e 7% no iene japonês.

O cesta exata de moedas que darão lastro à Libra foi esboçada como resposta ao recente questionamento do regulador alemão Fabio DeMasi.

A Libra será lastreada por decreto, mas também por títulos do governo de curto prazo. Neste ponto, no entanto, o lançamento da Libra ainda não é iminente ou garantido. Ainda assim, a Associação Libra, que conta com 27 membros, está pronta para produzir o ativo, uma vez que o Facebook já está executando o código na rede de testes e já possui uma carteira desenvolvida.

A Libra está programada para ser lançada em um clima de mudança de paradigma para o mercado de criptomoedas. Embora o ativo exclua o yuan de sua cesta de moedas, são os compradores chineses que são extremamente ativos nos mercados. Além disso, a Libra deverá cumprir totalmente os requisitos do Grupo de Ação Financeira (GAFI), entidade intergovernamental de combate à lavagem de dinheiro, relatando detalhadamente qualquer transação acima de US$1.000 e concedendo dados sobre as contrapartes da transação.

Recentemente, David Marcus, cocriador da Libra, explicou a posição da empresa em relação às reivindicações de que o ativo poderia afetar a soberania monetária dos países.

 

Marcus afirmou que isso não seria possível, pois a Libra não criará dinheiro novo nem afetará a oferta de dinheiro de forma alguma. A emissão da Libra depende da demanda, pois os usuários devem comprar a criptomoeda. O capital fiduciário levantado será mantido a longo prazo e será retirado de circulação.

No entanto, grande parte do mercado e reguladores globais temem que a Libra domine o mercado financeiro, com base na estimativa de mais de 2 bilhões de usuários do Facebook.

Leia também: Representante do PayPal mostra apoio à criptomoeda Libra do Facebook

Forex Crypto News: Cripto Facil