Junta Comercial do Ceará destaca o uso de blockchain em evento do BNDES

A utilização da tecnologia blockchain nos serviços prestados pelos governos, bem como sua aplicação para dar mais confiabilidade aos dados de interesse público, foram temas de debate no II Fórum BlockchainInGov. O evento contou com a participação da presidente da Junta Comercial do Estado do Ceará (Jucec) Carolina Monteiro, no painel “Aprimorando a confiança em dados de interesse público”, realizado na manhã desta terça-feira, 03 de dezembro, no Rio de Janeiro.

Durante a palestra intitulada “Segurança de Dados na JUCEC”, Monteiro destacou a transformação digital que ocorreu na Jucec, que contou inclusive com a implantação da tecnologia blockchain.

“Dentro dessa perspectiva de ecossistema de governo, a tecnologia blockchain tá sendo subutilizada. Então, temos que começar a perceber que é uma questão de redesenhar o processo e implementar tecnologias que possam auxiliar na simplificação de procedimentos.”

A presidente da Jucec concluiu ressaltando a redução do tempo de abertura de empresas.

“Muitas vezes, não precisamos de uma regulação para começar a implementar melhorias. Com o uso da tecnologia, como o que fizemos no Ceará, reduzimos o tempo de formalização de empresas de 145 dias para 36 horas. A burocracia não é sinônimo de controle, pois tínhamos um ambiente extremamente burocrático e hoje temos um ambiente mais seguro e rápido para o registro empresarial”.

A Jucec dividiu a participação no painel com o assessor de Inovação da Escola de Saúde Pública do Ceará Uirá Porã Maia, que falou sobre o GovChain, uma utopia necessária: a experiência do SOL; com o especialista em Regulação da Agência Nacional de Aviação Civil Sylvio Souza, que abordou sobre o Diário de Bordo Digital; e como moderadora do painel, a pesquisadora em Inovação do ITS Rio, Janaina Costa.

Leia também: Junta Comercial do Ceará busca tecnologias como blockchain para maior eficiência no serviço público

Forex Crypto News: Cripto Facil