Jihan Wu inicia suposta “limpa” na Bitmain após briga de poder com Micree Zhan

O cofundador da Bitmain Jihan Wu teria iniciado uma “limpa” na empresa depois de uma briga com o também cofundador Micree Zhan. Depois de ser removido do cargo de diretor executivo da subsidiária de IA da Bitmain, Zhan agora se retira do cargo de gerente da empresa, segundo informações do portal 8BTC. Ainda segundo o portal Jihan Wu, que reassumiu o controle da empresa, estaria realizando uma “caça” aos aliados de Zhan, que teria conseguido distribuir funcionários em todos os setores da empresa, muitos deles ex-funcionários da Huawei.

Mineração e Inteligência Artificial são os dois principais negócios da Bitmain. Para os negócios da mineradora, Jihan Wu não insiste mais no princípio de priorizar os indicadores técnicos exigidos por Micree Zhan, mas se inclina ao desempenho econômico e agora também elimina sua influência dentro de uma das áreas mais promissoras da companhia para além das criptomoedas, chips voltados para Inteligência Artificial.

Com a saída de Zhan, Jihan Wu confiou o departamento de IA ao chefe de relações governamentais e um desenvolvedor sênior e participou pessoalmente da reunião semanal de negócios de IA que era o campo base de do cofundador, com um grande número de funcionários da Huawei e, durante a reunião, enfatizou o papel de Zhan no desenvolvimento dos negócios de Inteligência Artificial da empresa, mas reforçou que haverá mudanças no setor.

Em outra ação, depois que Wu recuperou o controle da Bitmain, ele enviou um email para substituir o Diretor de Recursos Humanos, que também seria um antigo funcionário da Huawei com ligação a Zhan, e juntos teriam distribuídos “aliados” em todos os departamentos da empresa que, aos poucos, estão sendo identificados e também demitidos, principalmente nos setores de recursos humanos, vendas de mineradoras e departamentos de computação em nuvem.

Leia também: Rival da Bitmain pretende levantar US$100 milhões em IPO

Forex Crypto News: Cripto Facil