IFRIC afirma que criptomoedas não são consideradas ativos financeiros

As criptomoedas não são curso legal nem ativos financeiros, afirmou o Comitê Internacional de Interpretações de Relatórios Financeiros (IFRIC, na sigla em inglês).

O Instituto de Contabilidade da Coreia (KAI) informou por intermédio do site Korea Times nesta segunda-feira, 23 de setembro, que o IFRIC tomou a decisão após uma reunião em Londres realizada em junho. O Comitê afirmou que:

“[as criptomoedas] não são dinheiro nem instrumento patrimonial de outra entidade.”

Em seguida, acrescentou que:

“Não dão origem a um direito contratual para o detentor e não é um contrato que será ou poderá ser liquidado nos próprios instrumentos patrimoniais do detentor.”

Em seguida, o Comitê reconheceu que as criptomoedas são “ativos intangíveis” e explicou o motivo, afirmando que:

“Separada do titular e vendida ou transferida individualmente e não concede ao titular o direito de receber um número fixo ou determinável de unidades de moeda.”

Segundo o Comitê, ativos intangíveis são definidos como “ativos não monetários identificáveis ​​sem substância física”.

Por fim, o Comitê espera que a sua decisão sobre as moedas digitais torne-se um padrão internacional na contabilidade, o que, segundo eles, permitirá aos governos estabelecerem uma base legal sobre tributações e para as empresas conseguirem mapear regras sobre contabilidade corporativa.

Leia também: Como o plano de juros negativos do FMI se relaciona com as criptomoedas

Forex Crypto News: Cripto Facil