Huobi fecha filial nos Estados Unidos

A exchange Huobi, devido às baixas demanda e liquidez, anunciou o encerramento das atividades de sua filial nos Estados Unidos – a HBUS.

De acordo com o Bitcoinist, a HBUS é a plataforma que supostamente deveria substituir o serviço da Huobi para traders dos Estados Unidos e foi lançada há apenas alguns meses. A HBUS encorajou todos os traders localizados nos Estados Unidos transferissem seus saldos para a plataforma internacional da Huobi, para evitar sanções e limitações.

A ação para criar a HBUS com a ajuda de um parceiro local é semelhante à decisão da Binance de sair dos Estados Unidos. A HBUS trabalhou em questões envolvendo compliance, mas não conseguiu recuperar interesse e liquidez. Enquanto isso, a Huobi se tornou uma das maiores exchanges de criptoativos, atendendo às demandas dos usuários chineses.

A HBUS também falou sobre uma reorganização, afirmando que as atividades serão encerradas para retornar de forma mais integrada e impactante. Mesmo assim, a plataforma pediu que usuários retirem seus fundos antes do dia 31 de janeiro.

A decisão envolvendo o fechamento foi inesperada, tendo em vista que a HBUS recentemente celebrou o lançamento da stablecoin HUSD. O token HUSD é utilizado pela Huobi Global e, apesar do fechamento da HBUS, a paridade do token com o dólar será mantida.

HBUS falhou em acompanhar a performance da Binance.US

Os volumes de troca da HBUS chegaram a US$220 mil diariamente, um volume compatível com uma exchange pequena. A HBUS mantinha somente 56 pares de troca, uma vez que alguns ativos foram retirados dos Estados Unidos devido a leis de títulos financeiros. O volume da HBUS para altcoins estava praticamente congelado, além da exchange sequer possuir um mercado relevante de Bitcoin.

O encerramento ocorreu de forma abrupta, mas segue uma tendência de mercados sendo encerrados nos Estados Unidos. Recentemente, a CryptoBridge anunciou o encerramento de suas atividades, dando a entender que pode retornar aos negócios no futuro.

Ao mesmo tempo, a Binance.US conta com um volume médio diário de US$2,94 milhões. No passado, cerca de 30% do volume internacional da Binance era derivado dos Estados Unidos, embora a nova plataforma não reflita esse nível de interesse.

Durante o ano de 2019, compradores dos Estados Unidos foram barrados da maior parte dos mercados internacionais, perdendo acesso a diversas criptomoedas e tokens. No geral, o interesse de investidores em possuir criptomoedas foi substituído por ceticismo.

Leia também: Unidade da Binance nos EUA abre para registros e depósitos

Forex Crypto News: Cripto Facil