Hashdex descreve vantagens de investir com criptoativos no longo prazo

Hashdex descreve vantagens de investir com criptoativos no longo prazo

A Hashdex é uma gestora de fundos de ativos digitais credenciada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA). A empresa é responsável por disponibilizar diferentes opções de investimento em criptoativos para diferentes perfis de investidores.

Recentemente, o gestor de portfólios da Hashdex, João Marco Braga da Cunha, publicou uma sucinta análise sobre o prazo para retornos sobre investimentos com criptoativos.

Quem desanima no curto prazo, perde

Cunha começa a análise ressaltando a importância de entender a relação entre o tempo de investimento e os resultados. Por serem muito voláteis, o tempo impacta ainda mais os retornos com criptoativos a longo prazo.

Utilizando uma técnica estatística conhecida como bootstraping, Cunha traça trajetórias de preço para diferentes tipos de investimentos em criptomoedas. Por exemplo, por meio desta estratégia, o gestor da Hashdex explica que é possível estimar quanto um investidor teria ganho se tivesse mantido o investimento ao longo de cinco anos em vez de um mês.

É feita então uma tabela relacionando tempo de investimento e valor investido:

Com base nas informações da tabela acima, Cunha traduz:

“Na segunda coluna da tabela, fica claro como a probabilidade de perder parte do valor investido despenca com o aumento do prazo de investimento. É sete vezes mais provável ter prejuízo ficando apenas um mês alocado do que segurando a posição por cinco anos. A quinta e a sexta colunas mostram como, com prazos de 2 anos ou mais, a possibilidade de atingir cinco ou dez vezes o capital inicial começa a ficar significativa. Já a chance de perda da metade do montante aplicado é maior para os investidores que ficam seis meses alocados do que para os que mantêm a posição por três ou cinco anos.”

Desta forma, apesar dos criptoativos gerarem a possibilidade de amplos ganhos no curto prazo por conta de sua alta volatilidade, é mais confortável reter criptomoedas por um prazo maior – no exemplo acima, de três a cinco anos.

Cunha conclui:

“Segundo esse experimento, fica claro que o senso comum – segundo o qual os ativos mais arriscados são adequados a prazos mais longos – é plenamente válido para os criptoativos. O corolário disso é que o investidor deve ser resiliente às oscilações do caminho.”

Leia também: Fundos de hedge em criptoativos registram primeiro janeiro positivo desde 2017

Forex Crypto News: Cripto Facil