Gestor de fundo de investimento projeta preço do Bitcoin a US$50 mil pós halving

Charles Hwang, membro gerente do fundo de hedge Lightning Capital e professor adjunto do Baruch College, projetou que o halving do Bitcoin, previsto para maio de 2020, pode elevar os preços do criptoativo a patamares entre US$20 mil e US$50 mil. Até o fechamento deste artigo, o preço do Bitcoin está em torno de US$7.300.

Hwang escreveu em um texto no Medium que suas estimativas assumem que a demanda pelo criptoativo se manterá estável em 633.000 Bitcoins até 2021, enquanto as recompensas de mineração cairão para 328.500 Bitcoins por ano – a oferta atual é de 657.000 Bitcoins por ano.

“Essa mudança repentina na curva de oferta provavelmente será o catalisador para a próxima alta do Bitcoin”, escreveu Hwang.

O Lightning Capital é um pequeno fundo de hedge com aproximadamente US$500 mil em ativos, mas a previsão de Hwang adiciona um número crescente de estimativas de investidores e analistas que tentam avaliar o impacto potencial do halving – em que o número de Bitcoins gerados a cada bloco é reduzido na metade. O corte acontece a cada 216 mil blocos, ou uma média de quatro anos, e é definido pelo código escrito por Satoshi Nakamoto.

Alguns observadores do mercado dizem que os dois primeiros halvings do Bitcoin, em 2012 e 2016, ajudaram a impulsionar fortes altas no preço do criptoativo. O banco alemão BayernLB previu no início deste ano que o halving de 2020 poderia elevar o preço da criptomoeda para US$90 mil. Outros analistas argumentam que, como o evento já é conhecido pelos investidores, o halving teoricamente já estaria precificado.

Em uma entrevista à Coindesk, Hwang disse que considerava sua estimativa de demanda conservadora. Ele projeta que 82 mil Bitcoins poderão ser comprados no mercado negro on-line, enquanto 546 mil Bitcoins poderão ser comprados através da plataforma P2P Localbitcoins.

“Muitas pessoas alegam que não há demanda por Bitcoin”, disse Hwang. “No entanto, os dados da LocalBitcoins e mercados negros demonstram que as pessoas estão comprando Bitcoin.”

Apesar do otimismo, Hwang destacou que sua pesquisa é apenas uma estimativa e que não deve ser interpretada como uma recomendação de investimento.

O halving de 2020 terá um componente diferenciado em relação aos anteriores: pela primeira vez na história, o Bitcoin se tornará mais escasso do que o ouro, ativo considerado como uma proteção clássica contra recessões. Por isso, muitas pessoas acreditam que a menor oferta, aliada com a alta demanda, pode causar uma alta sem precedentes no preço do Bitcoin.

Leia também: Cientista diz prever o preço do Bitcoin em tempo real e disponibiliza fórmula no Github

Forex Crypto News: Cripto Facil