FGV lança graduação em Ciências de Dados que abordará criptomoedas

A Fundação Getúlio Vargas (FGV), uma das principais instituições de ensino universitário no Brasil, lançou uma nova graduação denominada Ciência de Dados que conterá aulas sobre criptomoedas, conforme destacou o jornal Valor Econômico.

O curso abordará a “ciência por trás dos algoritmos” e foi autorizado em caráter experimental pelo Ministério da Educação (MEC) e será oferecido pela Escola de Matemática Aplicada (Emap) da FGV, inicialmente na unidade do Rio de Janeiro, possui um custo de mensalidade US$3 mil e tem duração de quatro anos.

“O objetivo é não só desenvolver essa área de pesquisa na FGV, mas educar o maior número possível de pessoas para usar essa técnica disponível da melhor maneira”, disse o professor Yuri Saporito, que será o coordenador do curso, ao Jornal o Estado de São Paulo.

Segundo a FGV, o plano de inaugurar uma graduação em Ciência de Dados surgiu quando os professores perceberam que ex-alunos da escola já estavam se encaminhando para empregos nessa área. Hoje, as vagas geralmente são preenchidas por quem se forma em Ciência da Computação, Matemática e cursos de Engenharia. A grade curricular é, em parte, adaptada do curso de Matemática Aplicada, que já é oferecido pela escola há oito anos. Além de Matemática e Estatística, os alunos terão aulas de programação e oito disciplinas focadas no tema do curso, entre elas Bitcoin e criptomoedas.

“A própria pesquisa da Emap estava voltada para a Ciência de Dados, em vários sentidos. Já havia vários professores trabalhando com esse tema. O objetivo não é só desenvolver a pesquisa, mas educar o maior número possível de pessoas para usar essa técnica”, finaliza Saporito.

A FGV é uma das parceira da Ripple em um projeto da empresa que controla o XRP que busca incentivar a educação e a propagação de blockchain no Brasil.

Leia também: Economista Samy Dana aparece como orientador em dissertação sobre criptoativos da FGV

Forex Crypto News: Cripto Facil