Ex-funcionário vaza dados supostamente pertencentes à Atlas Quantum

Nesta terça-feira, 19 de novembro, ocorreu um suposto vazamento de dados da Atlas Quantum. O suposto autor, na mensagem que constava na página já retirada do ar no site Pastebin, é um ex-funcionário da Atlas – mais precisamente, o antigo administrador de banco de dados da empresa.

O arquivo possui extensão SQL (Structured Query Language), linguagem de pesquisa declarativa padrão para banco de dados relacional. Dentre as extensas linhas de informações aparentemente retiradas do banco de dados da Atlas, informações envolvendo transações feitas pela empresa, dados pessoais de clientes e dados pessoais de funcionários.

As informações compreendem o período de 2016 até 2018, e talvez os dados mais graves vazados sejam as informações pessoais de funcionários. Informações como nome completo, telefone, RG e CPF estão dispostas no arquivo – que, tendo em vista o teor, o CriptoFácil não disponibilizará para download.

Abaixo, é possível conferir na imagem a forma como os dados foram vazados. Por questões de segurança, as informações foram ocultadas:

Como é possível verificar nos atalhos antes das informações ocultadas, a imagem comprova que informações pessoais foram vazadas sobre funcionários.

Sobre as transações, as hashes foram disponibilizadas, e elas compreendem movimentações de Bitcoin de diferentes datas. Abaixo, é possível verificar que um mesmo endereço movimentou mais de 70 BTC:

O arquivo é extenso e contém muitas informações espalhadas. É válido ressaltar que, logo no início do arquivo, é exibido o terminal a partir do qual foi realizado o vazamento. Porém, não se sabe se o terminal realmente foi usado para o vazamento ou se na verdade é uma tentativa realizada para ocultar o real responsável.

Leia também: Atlas Quantum completa segunda semana de recompras de Bitcoins

Saiba mais: Caso Atlas Quantum; Confira a linha do tempo com os principais acontecimentos

Forex Crypto News: Cripto Facil