Evento Proof of Keys focará na importância de guardar suas próprias chaves privadas

O evento Proof of Keys terá a sua segunda edição em 2020. Sob o lema “not your keys, not your coins” (sem suas chaves, sem suas moedas, em tradução livre), o evento tem como objetivo conscientizar os detentores de Bitcoin sobre os riscos de deixar suas criptomoedas em carteiras das quais eles não possuem controle, como em contas de exchanges e outras empresas.

E para tornar o evento ainda mais simbólico, a sua data de realização será 03 de janeiro, mesmo dia no qual foi lançado o bloco-gênese do Bitcoin. Nesta data, os participantes do evento retirarão todos os seus fundos de criptomoedas armazenados em exchanges e os guardarão em carteiras sob seu controle.

Saia de exchanges

Trace Mayer, investidor de Bitcoin e idealizador do evento, destacou as frequentes quebras e apreensões em exchanges como argumento para os investidores controlarem o acesso às próprias criptomoedas. Em sua edição de 2020, o Proof of Keys desafia os HODLers a assumirem o controle de seus fundos e pararem de usar terceiros de confiança.

“Menos de 60 dias até o #ProofOfKeys. Quem participa em 2020? Já mudou a sua estratégia? [Jan / 3➞₿🔑____] Recentemente, Einstein Crypto Exchange apreendida pelo regulador canadense de valores mobiliários. US$850 milhões em @Tether_to  apreendidos com a Crypto Capital. QuadrigaCX no ano passado. #MtGox, etc”, afirmou Mayer em seu Twitter, destacando casos de ataques ou fraudes recentes em exchanges.

“Muitas pessoas simplesmente não querem que as pessoas possuam suas próprias chaves privadas e façam seu próprio consenso de rede”, disse Mayer em um vídeo promocional gravado para a edição deste ano do evento.

Controle seus Bitcoins

Embora o evento tenha sido criado por um cidadão norte-americano, sua filosofia se aplica perfeitamente aos recentes casos envolvendo empresas de criptomoedas que bloquearam o acesso dos clientes aos seus próprios Bitcoins.

Casos como o bloqueio de fundos do Grupo Bitcoin Banco – que até hoje está em pendência – ou da Atlas Quantum – cuja forma de “pagamento” escolhida pela empresa viola os direitos de propriedade sobre os Bitcoins de seus clientes – mostram que não adianta trocar a propriedade de seus criptoativos por quaisquer promessas de rendimento.

Ao fazer isso, você abre mão da maior qualidade trazida pelo Bitcoin: a possibilidade de custodiar sua própria riqueza. Terceiros de confiança reintroduzem ao Bitcoin uma vulnerabilidade que ele nasceu para combater. E deixar isso claro é uma das metas do Proof of Keys.

“Esse exercício simples (retirar Bitcoins de exchanges para sua carteira), custa pouco, talvez algumas taxas de transação, mas comprova e fortalece o consenso da rede. Empresas e exchanges devem provar sua confiabilidade e consenso”, explica parte da descrição do site oficial do evento.

Leia também: Lendário skatista e entusiasta do Bitcoin palestrará em evento do ramo

Forex Crypto News: Cripto Facil