Ethereum atinge seu menor preço de 2019; 91% abaixo da maior alta de todos os tempos

O preço do Ethereum (ETH) estava em cerca de US$130 no início deste ano, em 1º de janeiro, nas principais exchanges de criptoativos. Agora, com apenas 12 dias para acabar o ano, o ETH registra sua menor cotação de 2019, o que contrasta fortemente com o desempenho de 70% de valorização vivenciada pelo Bitcoin até o momento.

Nas últimas 48 horas, o preço do Ethereum caiu de US$142 para US$124, conforme mostram dados da ferramenta Coinmarketcap, marcando um declínio de mais de 10% em relação ao dólar americano.

Além disso, o Ethereum permanece 91% abaixo da máxima histórica de US$1.450 atingida no pico de preços e do hype das ICOs em 2017 e 2018.

Por que o Ethereum foi atingido forte pela baixa do mercado?

Primeiro, segundo a publicação do site de notícias News BTC, este ano não foi tão empolgante para as altcoins, com o domínio do Bitcoin (a porcentagem do mercado de criptomoedas composta por BTC) pressionando mais de 33% do mercado, atingindo 72% em seu maior pico deste ano. O Ethereum, sendo o maior altcoin do mercado, sofreu compreensivelmente essa tendência centrada no Bitcoin.

Em segundo lugar, o Ethereum foi sujeito à uma grande pressão de venda induzida pelo golpe da empresa PlusToken Wallet. Um relatório da Chainalysis desta semana, indica que os golpistas, a maioria dos quais foram detidos pelas autoridades, liquidaram dezenas de milhões de dólares em Bitcoin e ETH nos últimos meses, provavelmente reduzindo os preços.

Com o ETH compondo um mercado mais ilíquido que o do Bitcoin, há uma alta probabilidade de que as liquidações do PlusToken tenham resultado em uma forte tendência de baixa.

A tendência fundamental persiste

Apesar das tendências de preço, alguns afirmam que a tendência fundamental da criptomoeda permanece decididamente positiva.

Um exemplo disso, o RealT, uma plataforma imobiliária global com sede nos EUA que trabalha com Ethereum e blockchains, acabou de vender a “primeira propriedade a ser tokenizada no Ethereum”. Em notícias relacionadas, os serviços financeiros descentralizados como indústria têm atraído usuários.

Além disso, conforme noticiado pelo CriptoFácil, a Fidelity Investments – um dos pilares de Wall Street, com mais de US$2 trilhões em ativos sob gestão – revelou recentemente que planeja adicionar suporte ao ETH por meio de sua filial de criptomoedas, a Fidelity Digital Assets.

Leia também: Ethereum se aproxima de seu menor preço em nove meses; Mercado de DeFi segue fortalecido

Forex Crypto News: Cripto Facil