Dólar aumenta e empurra Bitcoin para R$ 49.000

Dólar aumenta e empurra Bitcoin para R$ 49.000

Bitcoin teve uma nova queda nesta quinta-feira, 25 de junho. Contudo, o aumento do dólar empurrou o criptoativo na direção contrária.

Em mais um dia de queda para o BTC, as altcoins também tiveram perdas.

Por sua vez, a Ibovespa opera com uma queda de 1,66%.

Bitcoin é beneficiado pelo dólar

De acordo com dados obtidos pela ferramenta Coinmarketcap, o BTC “valorizou” 2% nas últimas 24 horas contadas da escrita desta matéria, atualmente cotado a R$ 49.336,15.

Em dólar, o valor do criptoativo sofreu uma queda de 2,10%.

A máxima intradia, considerando a cotação atual do dólar, foi registrada em R$ 51.789,97. Enquanto isso, a mínima intradia foi registrada em R$ 48.667,27.

Por fim, o volume de troca do BTC é de R$ 107 bilhões.

Gráfico com as variações de preço do Bitcoin nas últimas 24 horas
Gráfico com as variações de preço do Bitcoin nas últimas 24 horas

Mercado segue em queda

Em um dia de queda para o BTC, é normal que o mesmo aconteça com as altcoins.

No top 10, Ethereum, Bitcoin SV e Bitcoin Cash escorregaram respectivos 2,77%, 2,13% e 2,07%. O restante do grupo apresentou quedas entre 0,82% e 1,51%.

Igualmente no top 20, os criptoativos do grupo também tropeçaram. Crypto.com Coin, Tezos e Neo declinaram respectivos 3,89%, 3,05% e 2,46%.

Até o fechamento deste artigo, o valor total do mercado de criptoativos era de R$ 1,39 trilhão, R$ 10 bilhões a mais em relação ao dia anterior. A dominância do BTC está em 64,4%.

Por fim, a cotação do dólar utilizada para converter os valores foi de R$ 5,35.

Leia também: “Quer protestar? Compre BTC!”, afirma Max Keiser

Leia também: Mudança na SEC pode viabilizar ETF de Bitcoin, afirma especialista

Leia também: Análise do Bitcoin; Indicador mostra possível queda no BTC

Forex Crypto News: Cripto Facil