Conheça as principais carteiras para Ethereum

No universo dos criptoativos, o termo carteira refere-se, geralmente, a um software — ou até a um hardware — onde suas criptomoedas são armazenadas. Ao contrário de uma conta em uma exchange, por exemplo, uma carteira geralmente fica sob total controle do usuário. Em uma carteira, apenas o usuário terá acesso aos seus criptoativos.

Na verdade, as carteiras não guardam exatamente as criptomoedas, mas suas chaves de acesso públicas e privadas. As chaves públicas são utilizadas para os depósitos e podem ser consideradas como seu endereço. Já as chaves privadas são as que permitem que você faça as transações de suas criptomoedas, e estas jamais devem ser reveladas para ninguém.

No texto de hoje, conheceremos as principais carteiras para armazenar Ether e tokens ERC-20. Confira!

MyEtherWallet

Também conhecida como MEW, esse modelo de carteira funciona de forma online, mas todos os dados ficam no seu computador. Ela não é como as carteiras online, conhecidas como modalidades menos seguras, onde os códigos ficam em servidores de terceiros. Além disso, você pode imprimir uma versão física da carteira e guardar suas chaves pública e privada fora do alcance de hackers. Outra vantagem da MEW é que ela não armazena apenas Ethers, mas também vários tokens ERC-20.

Jaxx

A Jaxx é uma carteira online que funciona em computadores e em dispositivos móveis (Android e iOS). Uma das grandes vantagens dessa carteira é que ela aceita mais de 60 tipos de altcoins, incluindo Ether, e, assim como a MEW, é gratuita. Então, você pode reunir todos seus investimentos em criptomoedas nela e, com isso, manter o controle de todas elas.

Exodus

A Exodus é uma carteira online disponível apenas para computadores. Ela é reconhecida pela qualidade do design e pela sua interface bastante intuitiva. Assim como a qualquer carteira digital segura, a Exodus mantém suas informações no computador e não em servidores de terceiros. Outra vantagem dela é a possibilidade de negociar criptomoedas direto pela carteira, evitando passar por exchanges.

MetaMask

A MetaMask é um tipo de carteira online que funciona com uma extensão no navegador. Por isso, é conhecida pela praticidade de uso e instalação. Ela permite o armazenamento de Ether e tokens ERC-20. No entanto, é recomendada para guardar valores menores, visto que sua segurança não é das maiores.

Trezor

Se você prefere utilizar o armazenamento offline das suas criptomoedas, a Trezor é uma boa opção. Ela foi uma das primeiras carteiras em formato de hardware a serem lançadas. Nesse tipo de carteira, suas informações não podem ser acessadas online. Assim, ficam bem mais seguras. Uma desvantagem é que as carteiras de hardware precisam ser compradas, mas o investimento vale a pena caso você possua uma grande quantidade de dinheiro em criptomoedas. A Trezor permite o armazenamento de cerca de 100 criptomoedas.

Ledger

Outra boa opção de carteira de hardware é a Ledger, principal concorrente da Trezor. Além de ser mais barata, esse modelo é um dos preferidos por quem deseja manter seus Ether seguros. Uma característica bacana é a presença de uma tela que mostra as transações de saída das suas criptomoedas. Além disso, o aplicativo Ledger Live permite gerenciar o seu saldo de criptomoedas de uma forma fácil e segura.

Como escolher a melhor carteira para você?

É muito comum, especialmente para os iniciantes, pesquisar na internet sobre qual carteira é a melhor. No entanto, é preciso considerar alguns fatores e avaliar o peso de cada um ao fazer sua escolha, que é algo particular. Afinal, nem sempre o que outros investidores valorizam mais serve para você. Por isso, é preciso verificar alguns fatores:

  • Segurança: nem todas as carteiras possuem níveis semelhantes de segurança. Uma carteira online pode não ser a melhor opção para armazenar milhares de reais, enquanto uma carteira de hardware provavelmente será uma opção muito cara para quem tem pouco dinheiro. Pesquise o histórico das carteiras e seus riscos de falhas antes de guardar seus Ethers nelas;
  • Acessibilidade: você é do tipo de pessoas que gostaria de acessar seus ativos de qualquer lugar? Ou prefere abrir mão da praticidade em troca da segurança? Nesses casos, leve a acessibilidade em consideração e escolha uma carteira de acordo com sua preferência;
  • Usabilidade: “a simplicidade é a máxima sofisticação”, dizia Steve Jobs. É importante optar por carteiras com uma boa interface, instruções e até atendimento, para evitar problemas na hora de utilizá-la;
  • Preço: mesmo que a segurança seja sua prioridade, vale a pena gastar dinheiro em uma carteira de hardware? Isso pode não fazer muito sentido se você tem poucas criptomoedas para armazenar. Por isso, verifique sempre o custo-benefício antes de decidir pela compra de uma carteira.

Leia também: Quais as vantagens e desvantagens do Ethereum?

Forex Crypto News: Cripto Facil