CME revela detalhes sobre opções de Bitcoin a serem lançadas em 2020

O Grupo CME revelou nesta quarta-feira, 30 de outubro, as especificações para seus futuros contratos de opções de Bitcoin.

De acordo com a CME, cada contrato de opção será baseado em um dos contratos Futuros de Bitcoin da CME (que, por sua vez, consiste em cinco Bitcoins). Os contratos serão cotados em dólares norte-americanos (USD) por Bitcoin com um tamanho de tick de US$25 (ou US$5 para tamanhos de ticks reduzidos) e será negociado a partir das 17h de cada sexta-feira. Tamanho de tick significa o valor mínimo de negociação de um instrumento.

Uma seção de perguntas e respostas acrescentou que as opções serão liquidadas em um contrato futuro quando a negociação terminar.

A CME anunciou sua intenção de lançar contratos de opções sobre seu produto Futuro de Bitcoin no mês passado, conforme relatou o CriptoFácil. De acordo com a bolsa, a data de lançamento será em algum momento no primeiro trimestre de 2020, assim que o produto obtiver aprovação regulatória nos EUA.

As opções de Bitcoin da CME serão semelhantes aos contratos de opções que a bolsa oferece sobre outros produtos futuros, e tem como objetivo oferecer aos traders uma maneira de proteger seus riscos contra posições spot e de futuros ao negociar o criptoativo.

A CME publicou as especificações de seus contratos dias após a Bakkt, controlada pela concorrente Intercontinental Exchange (ICE), anunciar o lançamento de um produto similar para seus próprios contratos Futuros – as opções da Bakkt serão lançadas antes, já em dezembro de 2019.

Em uma entrevista em setembro, Tim McCourt, chefe global de índice de ações e produtos de investimento alternativo da CME, disse que o novo produto também foi desenvolvido graças aos feedbacks dos clientes da CME.

“No momento em que estamos no processo, realizamos uma validação extensiva com os membros e, após este anúncio, continuaremos a nos envolver com participantes do mercado que têm informações sobre como o produto deve ser projetado e continuaremos a garantir que os contratos atendam às necessidades deles”, afirmou.

“Acho que a resposta foi forte, estamos animados em trazer para o mercado. Não é muito diferente do futuro quando estamos interagindo com clientes. O fato de que as opções serão listadas em um local regulamentado e serão liberadas centralmente vai repercutir no mercado.”

Leia também: Grupo CME lançará opções de Bitcoin no início de 2020

Forex Crypto News: Cripto Facil