China divulga plano que não elimina a indústria de mineração de criptoativos

O governo chinês decidiu não eliminar a indústria de mineração de criptoativos do país em um novo plano divulgado nesta quarta-feira, 06 de novembro, conforme divulgado pela agência de notícias The Block.

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC, na sigla em inglês) da China, uma agência central do governo encarregada de formular políticas macroeconômicas, publicou nesta quarta-feira, a versão final do “Catálogo de Orientação para o Ajuste da Estrutura Industrial” – uma lista dos setores que a agência aconselha o país a incentivar, restringir ou eliminar – e a lista não menciona mais a atividade de mineração de criptoativos na categoria “eliminar”.

Em abril, quando a NDRC apresentou uma proposta preliminar, ela recomendou aos governos locais a eliminação da indústria de mineração de criptoativos da China. A publicação recente de hoje entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2020.

A China abriga alguns dos maiores fabricantes de equipamentos de mineração de criptoativos do mundo, bem como operações de mineração, incluindo Bitmain, Canaan e Ebang. A determinação recente parece ser um desenvolvimento positivo para a indústria de mineração de criptoativos em geral.

A China também está adotando a blockchain. Conforme reportado pelo CriptoFácil, no mês passado, o presidente do país Xi Jinping apoiou publicamente a tecnologia blockchain, dizendo que o país deveria assumir a posição de liderança em seu desenvolvimento.

Leia também: Após pedido do presidente, China adota blockchain para identificação de smart cities

Forex Crypto News: Cripto Facil