CFTC dos EUA processa cidadão norte-americano por fraude de US$7 milhões em Bitcoin

A Comissão de Negociação de Futuros de Commodities dos Estados Unidos (CFTC, na sigla em inglês) acusou Jon Barry Thompson, chefe de um serviço de custódia de Bitcoin, por fraude cujo montante chega a US$7 milhões em Bitcoin.

Em um comunicado oficial publicado nesta segunda-feira, 30 de setembro, a CFTC revelou que Thompson, natural da cidade de Easton, Pensilvânia, é acusado de “conscientemente ou imprudentemente, fazer falsas representações para clientes em conexão com a suposta compra de Bitcoins no valor de mais de US$7 milhões”.

“Consciente ou imprudentemente”

O documento oficial afirma que – ao contrário das alegações de Thompson, nem ele nem uma empresa à qual ele era ligado tinham a posse ou controle sobre os Bitcoins que ele prometeu entregar a dois clientes.

O órgão alega que, depois de receber os fundos dos clientes, Thompson enviou praticamente todo o dinheiro para terceiros. Os Bitcoins solicitados não foram entregues aos clientes, pelo fato de não terem sido custodiados conforme prometido.

Thompson também é acusado de mentir aos clientes sobre a localização dos Bitcoins, os motivos pelos quais a transação não foi concluída e a situação real de seus fundos. O caso foi levado ao tribunal em conexão com a Força-Tarefa de Moedas Virtuais da Divisão de Execução da CFTC.

Além do caso de Thompson, a CFTC busca restituições, sanções monetárias civis, proibições permanentes de negociação e registro e uma liminar permanente contra todas as outras violações à Lei da Bolsa de Mercadorias e aos regulamentos da CFTC.

Combate aos fraudadores

O diretor de execução da CFTC James McDonald emitiu uma declaração referente ao caso. Ele destacou que a eliminação de crimes é um passo fundamental para que o mercado de criptoativos se desenvolva.

“Eliminar pela raiz as más condutas envolvendo criptoativos é essencial para promover o desenvolvimento responsável desse espaço nascente. A CFTC continuará trabalhando para responsabilizar os fraudadores e, quando apropriado, operará em paralelo com nossos colegas de aplicação da lei criminal”, afirmou.

Leia também: Vice-presidente da Coinbase é contratada pela CFTC para divisão de Futuros de Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil