CEO da Bakkt pode assumir vaga no Senado dos EUA em 2020

Após levar o serviço de custódia e negociação de contratos Futuros de Bitcoin para investidores institucionais, a Bakkt agora busca lugar na política norte-americana.

De acordo com a matéria da Coindesk, a diretora-executiva da Bakkt Kelly Loeffler teria sido escolhida pelo governador do estado da Geórgia Brian Kemp para ocupar uma vaga no Senado dos Estados Unidos até a eleição especial, que será realizada em novembro de 2020.

Loeffler provavelmente receberá, na próxima semana, o convite para substituir o senador norte-americano Johnny Isakson, do partido Republicano, que anunciou planos de deixar seu assento no Senado em 31 de dezembro. A Coindesk cita como fonte um relatório do The Atlanta Journal-Constitution, que, por sua vez, cita “vários altos funcionários do Partido Republicano”.

Reeleito pela última vez em 2016, Isakson deve deixar o cargo antes do término de seu mandato em 2022. Kemp tem autoridade para escolher um substituto para preencher sua vaga até a eleição especial em novembro de 2020.

O gabinete do governador Kemp, o Comitê Nacional Republicano, o Partido Republicano da Geórgia e o gabinete do senador Isakson não responderam a pedidos de comentários, assim como a Intercontinental Exchange (ICE), controladora da Bakkt, que se recusou a comentar.

Leia também: Bakkt lança serviço de custódia e mercado aguarda valorização do Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil