Blockstack levanta US$23 milhões na primeira oferta de tokens aprovada pela SEC

A Blockstack STX, rede de computação descentralizada, anunciou ter levantado o montante de US$23 milhões em duas primeiras ofertas iniciais de tokens aprovadas pela Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC).

Em julho, a Blockstack ganhou as manchetes ao se tornar a primeira empresa na história a ser qualificada pela SEC. sob o Regulamento A+, a realizar uma oferta inicial envolvendo tokens. O oferta é semelhante à sua contraparte não regulamentada, a oferta inicial de moedas (ICOs), que marcou o mercado no ano de 2017.

A empresa conseguiu levantar US$15,5 milhões com a venda de 74,3 milhões de tokens Stacks (STX) por meio de sua oferta A+ nos EUA e outros US$7,6 milhões com a venda de 30,6 milhões de STX na Ásia via Regulamento S, de acordo com um registro no Banco de dados EDGAR da SEC.

“Nossas metas para trabalhar com reguladores nos Estados Unidos eram duas. Primeiramente, queríamos alcançar mais investidores de varejo que possam ser usuários de nossa rede e ter uma participação financeira no sucesso de nosso ecossistema. Em segundo lugar, identificamos a Ásia como um mercado prioritário, e nossa qualificação na SEC corroborou ao nosso movimento estratégico em direção à Ásia”, afirmou Muneeb Ali, CEO da Blockstack.

Mais de 4.500 pessoas e entidades participaram da oferta de tokens da Blockstack, sem contar os investidores estrangeiros. A empresa também está considerando arrecadar outros US$5 milhões adicionais através de investidores privados na Ásia, o que lhes permitirá aumentar sua presença no continente.

“Estamos discutindo com investidores internacionais mais US$5 milhões, que podem ser distribuídos em uma posição privada separada ou em uma oferta subsequente qualificada pela SEC, conforme divulgamos anteriormente em nossos arquivos da SEC. O objetivo dessa distribuição adicional é continuar crescendo nossa comunidade e rede na Ásia”, anunciou a Blockstack.

A Blockstack planeja usar o capital levantado para aumentar sua rede de computação descentralizada, apoiando os esforços de aquisição de usuários, ampliação do time com propósito expansão de novos territórios. A empresa vem distribuindo mensalmente até US$1 milhão em tokens STX para desenvolvedores, a fim de acelerar o fortalecimento de sua rede.

A empresa espera distribuir token para os participantes de ICO nos próximos 30 dias e está trabalhando para listar o STX em exchanges por volta de outubro.

Leia também: Ainda há trabalho a ser feito em relação ao ETF de Bitcoin, diz presidente da SEC dos EUA

Forex Crypto News: Cripto Facil