Bitwise faz novo esforço para tentar aprovar seu ETF de Bitcoin junto à SEC

A Bitwise Asset Management, gestora de criptoativos que aguarda aprovação para lançar um ETF de Bitcoin, fez novos esforços para tentar convencer a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) a aprovar o produto.

Em uma nova apresentação entregue a três comissários da SEC – Hester Peirce, Robert Jackson Jr. e Elad Roisman – a Bitwise disse que o mercado spot de Bitcoin “melhorou materialmente” e tornou-se “eficiente” nos últimos dois anos.

“Muitas pessoas têm uma visão do mercado de criptoativos como algo que está ancorado em algum lugar no passado – talvez no Silk Road, talvez no mercado de baixa de 2018″, disse Matt Hougan, chefe de pesquisa global da Bitwise. “A realidade é que o mercado se tornou verdadeiramente institucional por natureza, com arbitragem muito rígida entre corretoras, grandes avanços nos serviços de custódia e o crescimento de um grande mercado futuro regulado.”

O mercado Futuro regulado tornou-se “significativo”, disse a Bitwise, com o mercado de Futuros de Bitcoin na CME movimentando cerca de US$235 milhões em agosto de 2019. O mercado de custódia de Bitcoin também se tornou “totalmente institucional”, acrescentou a empresa.

Ainda sem luz verde

Até agora, a SEC adiou decisões sobre várias propostas de ETF de Bitcoin. Na semana passada, a VanEck e a SolidX retiraram sua proposta antes do prazo final do parecer da SEC, previsto para 18 de outubro.

Por outro lado, a Bitwise se mantém na busca pela aprovação, pelo menos por enquanto. A empresa inicialmente solicitou aprovação para um ETF de Bitcoin em janeiro deste ano. O último prazo para a SEC decidir sobre o pedido é 13 de outubro.

“As perguntas que a SEC fez são difíceis. O plano é que a Bitwise continue trabalhando para responder a essas perguntas, independentemente do que acontecer em outubro”, afirmou o COO da Bitwise Teddy Fusaro.

A SEC está particularmente preocupada com a manipulação do mercado de Bitcoin. No entanto, o presidente do órgão Jay Clayton disse recentemente que “progressos estão sendo feitos” na busca por um ETF de Bitcoin, embora as preocupações ainda permaneçam.

As empresas de criptoativos, incluindo a Coinbase Custody, a Blockchain Association e a Blockchain Capital, entre outras, apoiaram publicamente a proposta da Bitwise. No dia 20 de setembro, a corretora Tagomi disse à SEC que apoia a proposta, pois acredita que o mercado de Bitcoin “alcançou um nível de aceitação que se expandiu para incluir investidores de varejo e, em particular, investidores institucionais”.

Volumes falsos

Em sua última apresentação à SEC, a Bitwise afirmou que cerca de 95% de todo o volume negociado de Bitcoin relatado é falso, mas manteve sua visão de que o mercado Futuro do criptoativo é “significativo”. Na nova apresentação, a empresa disse que os fornecedores de dados responderam “rápida e positivamente” ao relatório de volumes falsos e que nove exchanges registraram queda de 90% em seus volumes.

Leia também: Bitwise anuncia banco BNY Mellon como administrador de seu ETF de Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil