Bitcoin é cotado abaixo dos US$7 mil

O mercado de criptoativos desvalorizou cerca de US$4 bilhões durante o fim de semana, e nesta segunda-feira, 25 de novembro, a grande maioria das principais criptomoedas estão operando no vermelho, com algumas delas registrando perdas consideráveis.

No momento da escrita, o Bitcoin era cotado a US$6.937, em um movimento que parece de retomada, conforme mostram dados da ferramenta Coinmarketcap. Na última semana, o principal criptoativo do mercado já dava sinais de que estava lutando para manter-se acima dos US$7 mil. O BTC chegou a cair abaixo dessa faixa já na sexta-feira, quando atingiu US$6.966, mas logo voltou para os US$7 mil, porém a queda novamente nesta segunda-feira foi inevitável.

Todos os criptoativos do top 10 estão desvalorizando nesta manhã, com o XRP da Ripple e a Binance Coin sendo as maiores prejudicadas ao perderem 6% cada uma. Depois delas, a EOS registra uma perda de 5% no dia. O Bitcoin e o Ethereum perderam 4% cada um nas últimas 24 horas.

No top 20, apesar das perdas serem maiores, a Cosmos vai na contramão e registra ganho, mesmo que pequeno, de 1% no dia. Entre os demais, o maior prejudicado é o Huobi Token, que despeja 9% no dia. Depois dele, Chainlink e Neo perdem 6% no dia cada um. Tron, Cardano e Monero desvalorizaram 4% nas últimas 24 horas cada uma.

No fechamento deste artigo, o mercado de criptoativos era cotado a US$190 bilhões, ou seja, US$4 bilhões a menos que na última sexta-feira. As perdas parecem ter sido influenciadas pela recente queda de preço do Bitcoin, que segue com sua dominância em 66%.

Leia também: Preço do Bitcoin está próximo de cair para menos de US$7 mil

Forex Crypto News: Cripto Facil