Bitcoin é cotado abaixo dos US$10 mil; Lançamento da Bakkt ainda não surtiu efeitos

Apesar do mercado de criptoativos ter mostrado sinais de recuperação na última sexta-feira, durante o último fim de semana, o mercado andou de lado e despejou parte de seu recente valor conquistado. O Bitcoin voltou a ser cotado abaixo da faixa dos US$10 mil e as demais criptomoedas estão seguindo os seus passos.

Nesta segunda-feira de manhã, 23 de setembro, o Bitcoin é cotado a US$9.977, conforme mostram dados da ferramenta Coinmarketcap. Apesar de iniciar a última sexta-feira na faixa dos US$10.200, no mesmo dia, o BTC começou um movimento decrescente e seu valor mais baixo atingido durante o fim de semana foi de US$9.931 no domingo. O recente lançamento da plataforma de Futuros de Bitcoin da Bakkt parece ainda não ter surtido influência no mercado.

A maior parte dos criptoativos do top 10 estão operando no vermelho nesta manhã, com exceção da Litecoin que adiciona 1,4% ao seu valor. Os maiores destaques negativos deste grupo são a Binance Coin com menos 2,4%, EOS com menos 2,1% e a Stellar com menos 2%.

Um cenário parecido é visto entre os criptoativos do top 20, com a Tezos se destacando ao ir na contramão e valorizar quase 3% no dia. A Tron é a maior perdedora da seção ao despejar quase 6% nas últimas 24 horas. Seguida dela, a Dash também se destaca negativamente ao desvalorizar mais de 3% no dia.

O mercado de criptoativos despejou cerca de US$6 bilhões durante o último fim de semana e, até o fechamento deste artigo, era cotado a US$263 bilhões. Neste último domingo, 22 de setembro, ocorreu o lançamento oficial da plataforma de negociações de Futuros de Bitcoin da Bakkt e, até o momento, a novidade parece não ter influenciado no preço do Bitcoin.

Leia também: Bitcoin volta a ser cotado acima dos US$10 mil, enquanto mercado de criptoativos se recupera

Forex Crypto News: Cripto Facil