Bitcoin é cotado a US$7.100 neste início da semana; MINDOL entra no top 20

Durante o último fim de semana, o valor total do mercado de criptoativos diminuiu em US$4 bilhões e a grande maioria das principais criptomoedas estão operando no vermelho nesta manhã. Este início de semana é marcado pela luta do Bitcoin em manter-se acima da faixa dos US$7 mil.

No momento da escrita, o Bitcoin era cotado a US$7.118, conforme mostram dados da ferramenta Coinmarketcap. O principal criptoativo do mercado está lutando para manter seu valor, porém, nas últimas 24 horas, atingiu seu valor mais baixo em US$7.042.

Nesta segunda-feira, 16 de dezembro, a maioria dos criptoativos do top 10 estão operando no vermelho, com exceção da Tether e da Tezos que adicionaram mínimos 0,1% e 0,05%, respectivamente.O XRP da Ripple é o maior prejudicado deste grupo ao desvalorizar 2,4% nas últimas 24 horas. Depois dele, Ethereum, Litecoin, EOS e Binance Coin perdem cerca de 1% cada uma.

Um cenário parecido seria visto entre os criptoativos do top 20, se não fosse por uma nova criptomoeda que passou a integrar o grupo. Trata-se da MINDOL, que adicionou pouco mais de 23% nas últimas 24 horas e agora ocupa a 17 posição no ranking dos principais criptoativos em valor de mercado. A Chainlink também opera no verde nesta manhã e adiciona 0,2%. Entre os perdedores, a Cosmos é a maior prejudicada ao desvalorizar 4% no dia.

Nas últimas 72 horas, desde a última sexta-feira, o valor total do mercado de criptoativos diminuiu em US$4 bilhões e agora está em US$193 bilhões. A dominância do Bitcoin está em 66,5%.

Leia também: Bitcoin é cotado na faixa dos US$7.200; Tezos se destaca ao valorizar 12% no dia

Forex Crypto News: Cripto Facil