Bitcoin é cotado a US$10.300 e sua dominância segue crescendo

O mercado de criptoativos parece estar respirando um pouco mais aliviado nesta manhã de sexta-feira, 13 de setembro, apesar dos ganhos recentes serem um tanto quanto marginais. O Bitcoin conseguiu se distanciar um pouco dos US$9 mil e registra um valorização de 1% nas últimas 24 horas, enquanto a sua dominância só aumenta.

Até o fechamento deste artigo, o preço do Bitcoin era US$10.308, o que representa um acréscimo de 1% nas últimas 24 horas. Durante o último dia, o valor mais baixo atingido pelo principal criptoativo do mercado foi de US$10.201 e o mais alto foi de US$10.442, conforme mostram dados da ferramenta Coinmarketcap. Este é um dos momentos de maior estabilidade da história do mercado de criptoativos.

Os criptoativos do top 10 estão divididos entre ganhos e perdas. Além do Bitcoin, a Binance Coin registra a maior valorização deste grupo, ao adicionar 1,4% no dia. Ethereum, EOS e Monero também estão valorizando, porém os ganhos não chegam a 1%. Os perdedores desta seção também fazem movimentos marginais, de menos de 1%.

Um cenário parecido é visto entre os criptoativos do top 20, porém um deles se destaca ao valorizar 6% no dia, trata-se da Dash. A Iota é o segundo destaque, mas com uma valorização bem menor, de 1,5%. Os perdedores deste grupo estão despejando percentuais marginais, com a Stellar sendo a maior prejudicada ao registrar menos 1,4% no dia.

Logo abaixo do top 20, a criptomoeda Cosmos registra um aumento de 20% em seu preço nas últimas 24 horas.

O mercado de criptoativos adicionou US$2 bilhões no último dia e agora é cotado a US$263 bilhões. Enquanto isso, a dominância do Bitcoin segue em uma crescente e agora está em 70,3%.

Leia também: Bitcoin luta para manter-se acima dos US$10 mil

Forex Crypto News: Cripto Facil