Banco Central do Japão inicia pesquisas para criação de moeda digital

O Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), banco central do país, está realizando pesquisas sobre moedas digitais.

Haruhiko Kuroda, governador do BoJ, anunciou a notícia em entrevista à Reuters, publicada na terça-feira, 19 de novembro. Kuroda ressaltou que o BoJ atualmente não tem planos de emitir uma moeda digital, mas pode fazê-lo no futuro, se necessário.

Assim como outros líderes financeiros mundiais, Kuroda afirmou que não gosta de stablecoins e acredita que elas não devem ser emitidas a menos que exista uma estrutura suficiente para garantir governança e gerenciamento de riscos. Sua maior crítica foi direcionada para stablecoins emitidas por empresas privadas, como a Libra do Facebook, e seu potencial risco ao sistema financeiro.

“Se moedas estáveis ​​apoiadas por empresas com uma enorme base de clientes forem emitidas globalmente, isso poderá ter um impacto na política monetária e na estabilidade do sistema financeiro”, disse Kuroda.

O BoJ também levantou questões de estabilidade financeira relacionadas a moedas digitais e stablecoins. Em abril de 2018, o vice-governador do banco Masayoshi Amamiya disse que a emissão de uma moeda digital pode ter um “grande impacto no sistema monetário em duas camadas e na intermediação financeira dos bancos privados”.

Mais recentemente, Amamiya disse que o BoJ não tem planos de emitir moedas digitais no momento, em parte devido ao seu impacto no setor bancário comercial.

“Se as moedas digitais emitidas por bancos centrais substituírem os depósitos privados, isso pode corroer os canais de crédito dos bancos comerciais e ter um impacto negativo na economia”, disse Amamiya na época.

Leia também: Presidente da China chama criptomoedas de fraudes financeiras

Forex Crypto News: Cripto Facil