Após saída de grandes nomes, Associação Libra decide formar conselho de governança

Na reunião da Associação Libra realizada nesta segunda-feira, 14 de outubro, em Genebra, na Suíça, as 21 organizações participantes assinaram o estatuto da Associação, dias após uma série de deserções de alto perfil do projeto de criptomoeda iniciado pelo Facebook.

De acordo com o portal de notícias Coindesk, a Associação também nomeou seu conselho de administração e formalizou a equipe executiva do consórcio.

O conselho será composto de cinco vagas. O Facebook, como líder e principal participante do projeto, nomeou o CEO da Calibra e o ex-líder de blockchain do Facebook David Marcus. Outros membros do conselho incluem Katie Haun, parceira geral da Andreessen Horowitz; Wences Cesares, CEO da Xapo; Patrick Ellis, consultor geral da PayU; e Matthew Davie, diretor de estratégia da organização sem fins lucrativos (ONG) Kiva.

Bertrand Perez, Dante Disparte e Kurt Hemecker assumirão papeis de liderança na equipe executiva da associação. Hemecker, Perez e Marcus são todos ex-membros do PayPal.

Além da Calibra, a Associação conta com as seguintes empresas: Coinbase, Xapo, Anchorage, Bison Trails, Creative Destruction Lab, Andreessen Horowitz, Thrive Capital, Ribbit Capital, Union Square Ventures, Breakthrough Initiative, Illiad, Vodafone, Farfetch, Uber, Lyft, Kiva, Mercy Corps, Women’s World Banking (WWB), Spotify e PayU. Nenhum novo membro foi incluído no consórcio.

O anúncio ocorre após a saída de empresas importantes. Quando a Associação foi inaugurada em junho, o Facebook divulgou uma lista com 28 grandes empresas-membros. No entanto, Visa, Mastercard, PayPal, Booking Holdings, eBay e Stripe anunciaram suas saídas da Associação na semana passada, em grande parte devido a preocupações sobre a reação regulatória enfrentada pelo projeto.

Ainda assim, a Associação Libra afirmou que mais de 1.500 entidades manifestaram interesse em ingressar no projeto, sendo que 180 delas atendem aos critérios de associação da organização. Para adicionar novos membros ao consórcio, são necessários dois terços dos votos dos 21 membros do conselho da Associação.

Em junho, o Facebook disse que um consórcio de 100 empresas apoiaria o projeto da criptomoeda no seu lançamento. No entanto, nenhuma atualização sobre este grupo foi compartilhada na segunda-feira em relação a esses planos ou à data de lançamento da Libra.

Leia também: Entenda o papel das ONGs que fazem parte da Associação Libra

Forex Crypto News: Cripto Facil