Aceleradora WOW emite nota oficial sobre o caso Atlas Quantum

A aceleradora WOW, empresa que por muito tempo deteve participação acionária na Atlas Quantum, emitiu uma nota oficial sobre a situação da empresa nesta quinta-feira, 10 de outubro.

Conforme relatado pelo CriptoFácil em maio, a Atlas Quantum fez a recompra de uma parcela significativa dos 7,5% de seu capital pertencente à WOW. Os valores da transação não foram revelados, embora a própria Atlas tenha dito à época que seu valor de mercado estava avaliado em R$300 milhões.

Entretanto, a nota da WOW revela um fato importante: a Atlas Quantum não teria feito o pagamento do valor equivalente à recompra da parcela.

“Em março de 2019, o controlador da Atlas Quantum propôs a recompra a prazo do mútuo por um valor proporcional ao crescimento da empresa, valor esse que não foi integralmente recebido”, afirmou a aceleradora.

O CriptoFácil tentou contato com a WOW e com a Atlas para averiguar os fatos. Esta matéria será atualizada assim que o retorno for recebido.

Leia a nota na íntegra logo abaixo:

A WOW tem como missão apoiar o ecossistema empreendedor e, desde 2013, atua com foco em evoluir seu processo de aceleração de startups “early-stage”, tendo acelerado mais de 70 startups em todo o Brasil durante esse período.

A WOW é uma entidade sem fins lucrativos que presta serviços de aceleração para grupos de anjos que selecionam startups com alto potencial.

A Atlas Quantum, em maio de 2017, estava iniciando suas operações quando foi selecionada pelo grupo de anjos para participar do processo de aceleração durante o período de seis meses, elegível a receber um financiamento na forma de mútuo conversível, sendo que nem o grupo nem a WOW se tornaram sócios da Atlas, nem participaram de sua gestão em qualquer momento.

Após o encerramento do processo de aceleração, concluído em novembro de 2017, observamos o crescimento da empresa, apesar de não termos acesso às suas informações estratégicas ou operacionais.

Em março de 2019 o controlador da Atlas Quantum propôs a recompra a prazo do mútuo por um valor proporcional ao crescimento da empresa, valor esse que não foi integralmente recebido.

Em setembro de 2019, fomos surpreendidos pelas notícias de que os clientes estavam tendo dificuldades junto à Atlas Quantum.

Acompanhamos as notícias publicadas e desejamos que a situação seja normalizada tanto para a empresa quanto para seus clientes.

Leia também: Clientes insatisfeitos marcam manifestação na sede da Atlas Quantum em São Paulo

Forex Crypto News: Cripto Facil