A Libra jamais acontecerá, afirma Jamie Dimon do banco JP Morgan

Durante uma conferência do Institute of International Finance em Washington, nos Estados Unidos, no dia 18 de outubro, Jamie Dimon, CEO do banco norte-americano JP Morgan, afirmou que a proposta de criptomoeda Libra do Facebook é uma “ideia interessante” que “nunca acontecerá”, conforme relatado pelo site Crypto Globe.

A criptomoeda Libra é, de acordo com o Facebook, definida para ser lastreada em uma cesta mantida por diversas moedas fiduciárias, sendo composta de 50% dólar norte americano e títulos do Tesouro dos EUA de curto prazo, 18% euro, 11% libra esterlina, 14% iene japonês e 7% dólar de Cingapura.

Os comentários do CEO vieram logo após diversos membros iniciais da Associação Libra, tal como PayPal, Mastercard, Visa e eBay, deixarem a organização sob pretexto dos problemas de regulação que a criptomoeda enfrenta, além disso, ainda afirmaram que outro motivo de sua saída é o potencial da moeda para ser usada para lavar dinheiro ou financiar terrorismo.

David Marcus, cocriador do projeto da criptomoeda Libra, revelou que, em vez de lançar uma “unidade sintética”, a Associação Libra poderia, em vez disso, lançar uma “série de stablecoins, uma stablecoin do dólar, uma stablecoin do euro, uma stablecoin da libra esterlina”, pois parece funcionar com reguladores.

Além disso, Dimon ainda explicou sobre a criptomoeda do JP Morgan, que tornou-se o primeiro banco a lançar sua própria criptomoeda este ano depois de lançar a “JPM Coin” lastreada em dólares. O próprio Dimon é um conhecido crítico do Bitcoin e no passado chamou o principal criptoativo do mercado de fraude, até embora mais tarde ele tenha revelado ter se arrependido do comentário.

Leia também: JP Morgan lançará versão piloto de sua criptomoeda até o final de 2019

Forex Crypto News: Cripto Facil